domingo, 9 de outubro de 2016

7 filmes clássicos de horror para ver na Netflix

 
Antigamente para ver filmes, seja de terror ou não, íamos até às locadoras, e lá nos deparávamos com prateleiras imensas, repletas de fitas VHS, cada prateleira categorizada, desde os filmes mais inocentes aos mais chocantes. E até hoje em dia quando estamos ente-diados, ou nos fins de semanas vamos até as locadoras de DVD alugar alguns lançamentos para ver em casa.

Porém não podemos negar que a provedora de filmes/séries, Netflix, nos deixou bem mais próximos dessas obras, ou pelo menos uma parte, com milhões de usuários no mundo inteiro assistindo filmes através de uma rede online, seja em seus computadores, smartphones ou até em seus aparelhos de televisão.

Sendo um usuário dependente dessas drogas maravilhosas que são os filmes de terror, assinei o Netflix e passei a conferir uma variedade de obras cinematográficas, a maioria que eu já tinha visto em trailers, porém não tive a oportunidade de assistir, sem falar dos clássicos que valem a pena serem vistos novamente.

A partir daí tive a ideia de criar uma série de matérias aqui no Mortalha, trazendo em cada uma, sete filmes de horror que valem a pena serem vistos e que estão disponíveis na Netflix, sem mais delongas, vamos à matéria.

7.  A Pele que Habito


Eis um clássico terror psicológico que encarna um sádico cirurgião bastante popular, que provavelmente levava uma vida normal e feliz com sua família, até que sua mulher sofreu um acidente de automóvel que a proporcionou queimaduras em todo seu corpo, a levando a morte e deixando sua filha em depressão.

O filme é uma adaptação do livro "Tarantula"  do autor Thierry Jonquet, e mostra o quão a morte de um ente querido pode perturbar a mente de alguém, após o luto, uma áurea sinistra cerca o cirurgião, o tornando um personagem bastante perturbado, que tem uma obsessão em criar uma espécie de pele sintética semelhante à humana.

A situação só piora quando sua única filha é morta, ao ser estuprada por um indivíduo que mal conhecia, a partir desse ponto as coisas começam a ficar mais tensas, o cirurgião plástico sequestra o jovem que estuprou sua filha e o mantém refém, como cobaia de um sádico e vingativo experimento.

São momentos repletos de suspense e lapsos de memória que nosso protagonista tem, nos fazendo compreender melhor a sua mente doentia.

O filme está no catálogo da Netflix.

TRAILER





6.  A Hora do Pesadelo



A Hora do Pesadelo é um clássico do cinema de horror, foi estreado originalmente em 1984, um filme dirigido e produzida por Wes Craven, que ganhou oito sequências. Em 2010 um esperado remake do primeiro filme de 1984 foi lançado, dirigido dessa vez por Samuel Bayer, os fãs cientes da volta de Krueger, os cinemas lotaram.

Considero esse remake por adaptar muitos traços da frânquia original, tomo por exemplo nosso querido Freddy Krueger, bastante popular por tirar a noite de sono de muitas crianças e muito conhecido por seu sarcasmo, só de saber que Krueger tinha voltado já fiquei animado com a ideia de Bayer.

O que deixou a desejar foi a maquiagem usada no personagem Krueger, que em minha humilde opinião ficou bastante trash (do inglês, lixo).

 

Sinopse:

Um grupo de amigos, moradores da famosa rua Elm, começam a ter estranhos sonhos, esses interligados por uma figura estranha, um sujeito desfigurado, vestido com um casaco listrado e com afiadas lâminas no lugar dos dedos, esses pesadelos são constantes, e começam a atormentar os jovens.

Os mesmos começam a tentar ignorar esse fato, enquanto os pesadelos só tendem a piorar, alguns ignoram, outros ainda tentam alertar os amigos do perigo, mas eles só decidem abrir os olhos quando um dos cinco é assassinado pelo sinistro sujeito, a partir daí não tem como negar e insistir ser apenas coincidência.

Ao longo do filme é revelado que o sujeito estranho é conhecido como Freddy Krueger e sua sede de vingança é insaciável, por conta de um acontecimento passado que os moradores da rua Elm vivenciaram.

A partir daí os quatro que restaram começam a se esforçar para não morrer ou dormir, já que dá no mesmo, pois enquanto estão acordados ficam ilesos ao asssassino, mas quando dormem caem em sua isca, já que ele habita seus pesadelos.

Eis aí um ótimo filme pra ver antes de dormir, e está disponível na netflix, também recomendo muito a franquia original que ainda não está na plataforma, mas você pode assistir em DVD.

TRAILER 






5. Horror em Amytville


Horror em Amityville é mais um clássico das telas, um filme baseado em uma obra literária de Jay Anson, foi produzido em 1979, ganhou seu remake  mais recente em 2005, o filme também contou com algumas sequências.

A trama do remake, assim como o original se passa em uma pequena cidade, conhecida pelo nome de Amtivylle, ninguém talvez sonhasse que aquele lugar seria palco de uma a das maiores atrocidades que um ser humano pode fazer, com ou sem vozes o atormentando.

Um jovem conhecido na cidade como Ronald DeFeo, uma pessoa que nunca aparentou ser "anormal" em uma aconchegante noite de chuva, decidiu se levantar de sua cama para pegar uma espingarda, a arma com qual tirou a vida de toda sua família à sangue frio enquanto dormiam.

A sua alegação em defesa foi que vozes em sua cabeça o atormentavam fazia um tempo, e insistiam para ele matar  toda a família, gerando um trágico massacre que virou obra cinematográfica.

O que mais chama a atenção para alguns dos fãs é que a trama do filme é baseada em fatos verídicos, eis aí mais um motivo para assistir.

Um ano do acontecido se passa e os boatos vão se amenizando, enquanto uma família ingênua decidiram desfazer as malas ali, sem se dar conta ou se importar com o que se havia passado com a casa para o valor da mesma ser tão baixo.

É um bom filme, segue o rumo do origina, dirigido por Andrew Douglas, trás de volta não apenas o horror do primeiro filme, mas o horror daquilo que ocorreu em Amityville. 

O filme está no catálogo da Netflix

TRAILER






4. Sexta-Feira 13


Tenho certeza que essa franquia vai sempre estar entre as maiores obras cinematográficas do horror, trazendo como  vilão/protagonista, Jason, um garoto que sofria bullyng constantemente e acabou morrendo afogado, ou melhor, assassinado, isso graças à uma brincadeira de mau gosto.

Mas como ele não estava para brincadeiras, junto de uma máscara de hockey e um facão empunhado na mão, voltou do inferno em busca de vingança como se fosse apenas realmente uma brincadeira de muito mau gosto.

Eis uma clássica obra com mais de quinhentos milhões de dólares arrecadados, foi criada em 1980 pelo diretor Sean Cunnighan ganhando mais de dez sequências, em um dos filmes (Freedy vs Jason), o vilão da rua de Elm Etreet, Freedy Krueger atormenta à todos, desde suas vítimas, como de praxe, até mesmo o próprio Jason. 

Junto das sequências, temos um remake lançado no início de 2009 que foi bastante inspirado nos primeiros filmes originais da Franquia, o filme gira em torno de um grupo de jovens nos arredores do lago Crystal Lake procurando diversão, enquanto Clay (um dos personagens) também vai até lá para, mas no lugar de diversão, foi em procurar sua irmã, que desapareceu por aquelas bandas.

Como um bom filme trash, as cenas de morte são repletas de sangue, mutilação e tripas, leva um bom tempo até chegar o ponto clímax do filme, a partir daí a perseguição desenfreada começa, e os mesmos que estavam festejando, agora lutam para não perder a vida.

Recomendo toda a franquia de filmes, as assistindo poderá entender melhor o porque de tanto ódio e sede de sangue por parte de Jason, sem falar que são bem diferentes dos atuais, porém seguindo a mesma trilha de sangue.

Talvez esse foi o primeiro filme de horror a constar no catálogo da netflix.

TRAILER





3. Psicose


Um verdadeiro clássico que permanece inerte ao longo dos anos na estante do horror, para ser vista e apreciada, essa obra foi dirigida pelo aclamado Alfred Hitchcock, já reconhecido por suas obras.

O filme é baseado em um livro, escrito por um sujeito chamado Joseph, esse baseado em outro romance com o mesmo nome, Psicose, este por vez escrito por Robert Bloch que se inspirou em crimes reais para sua obra, como os assassinatos do infame psicopata Ed Gein, que matava suas vítimas e guardava pedaços dos corpos para cometer atos de canibalismo ou necrofilia.

Voltando ao assunto, Hitchcock comprou de maneira anônima o direito do livro de Robert Bloch, que o inspirou a fazer o roteiro para levar Psicose para as telas, após isso ele comprou todas as cópias da obra disponíveis no mercado para ninguém saber detalhes da obra. 

Foram 800 mil dólares investido para lucrar mais de 60 milhões, batendo recordes de bilheteria pelo mundo inteiro, além de estar na lista de um dos melhores filmes de todo tempo.

O enredo se passa em volta de um perturbado jovem, Norman Bates e sua mãe, além de uma secretária ladra, que após roubar uma quantia significável da firma onde trabalhava, foge na intenção de encontrar o namorado, mas uma tempestade acaba com seus planos e ela decide se abrigar no Bates Motel, um motel cujos donos são Norman Bates e sua mãe.

Essa parada em sua jornada resulta em morte, sem chance de revide, é brutalmente assassinada com golpes de faca, desferidos pela mãe de Bates enquanto tomava banho. A partir daí a trama se foca em sua irmã, procurando-a desesperadamente enquanto a família Bates cuida em se livrar do curta.

Um clássico de suspense/horror das telonas, tendo recebido inúmeras premiações de honra, até mesmo para o diretor, Alfred Hitchcock, que foi considerado um dos melhores diretores graças à suas obras, em parte, Psicose.

Até mesmo uma série inspirada no filme foi produzida, essa por vez chamada de "Bates Motel"

Não só o filme como a série também está disponível no catálogo da Netflix.

TRAILER






2. Brinquedo Assassino


Chegando nessa parte, enquanto escrevia, parei para refletir sobre o quão estou velho, o tempo parece voar, junto com algumas coisas vem algumas lembranças, e quando o assunto é o clássico "O Brinquedo Assassino" dos anos oitenta, é história que não acaba mais.

Lançado nos cinemas no final de 1988 e dirigido por Tom Holland, o filme fez tanto sucesso que viralizou, como dizem alguns, virou moda, afinal quem não se lembra daquela sensação que batia na hora de dormir quando você assistia aos filmes do boneco Cucky na infância, era uma mistura de medo e prazer a cada cena captada por nossos olhos inocentes.

O filme possui quatro sequências, todas apreciadas pelo público, principalmente "A Noiva de Chuky" e "O Filho de Chucky", que atingiram recordes de bilheteria, extrapolando de vez ao chegarem até a ideia de darem um filho para o boneco assassino, formando assim, uma bela e famosa família psicótica.

A obra original se passa em Chigago, e gira em torno de um assassino hediondo chamado de "Charles Lee Ray", conhecido pela mídia como "Estrangulador de Lakeshore", durante uma perseguição, enquanto fugia de um detetive da polícia, ele acaba por se esconder uma uma loja de brinquedos, mas seu plano falha o levando a tomar um tiro fatal no peito, porém antes de morrer, ele usa de seus conhecimentos ocultistas para fazer um ritual no qual transfere sua alma para um famoso boneco da linha Good Guys.

O boneco acaba por cair nas mãos de um garotinho, se tornando ocasionalmente um bode expiatório para os crimes do  sádico boneco. A trama é original e bastante trash, com cenas repletas de crueldade,  sangue e mortes, decididamente é um ótimo clássico, e vale a pena ver de novo.

A adaptação mais recente para as telas, chamada de "A Maldição de Chucky" está disponível no catálogo da Netlfix.

TRAILER






1. O Silêncio dos Inocentes




E pra fechar esse Top 7 com chave de ouro, trago para vocês essa obra magnífica, dirigido por Jonathan Demme, O Silêncio dos Inocentes é baseado em um romance do autor Thomas Harris.

Lançado no começo de 1991, arrecadou de primeira mais de 130 milhões de dólares, enquanto no mundo inteiro lucrou  com mais de duzentos milhões, sem falar das premiações que recebeu e concorreu.

O Silêncio dos Inocentes nos trás uma jovem agente do FBI chamada Starling que ainda está em fase de treinamento, enquanto é escalada para entrevistar um psicopata em um hospício, mas Hannibal Lecter não é um psicopata qualquer,  formado em medicina, psiquiatra renomado, tem prazer em abrir corpos com seu bisturi, estejam eles vivos ou não, isso não o impede de ter  bom gosto, ser educado e refinado, sem citar sua culinária obscura, que conta com o canibalismo.

O motivo da entrevista à Lecter é um outro notório maníaco que está à solta abatendo mulheres e deixando os corpos para a perícia recolher, com a entrevista Starling e seus superiores buscam formar um tipo de perfil psicológico com base no conhecimento aguçado do Dr. Lecter que é uma peça importante nesse tabuleiro.

O filme conta com altas reviravoltas, mescladas em um suspense intenso, nos proporcionando mergulhar cada vez mais na trama com a ousadia do maníaco, a perseverança da agente e a genialidade do canibal.

O Silêncio dos Inocentes é a peça chave para todas as outras sequências e adaptações, são inúmeras as facetas de Hannibal Lecter, um perverso sádico que não sairá das mentes dos telespectadores, é um misto de crueldades de todos os sabores, um banquete inteiro à sua frente.

O filme está disponível na plataforma do Netflix, também recomendo os outros da franquia, como Hannibal: A Origem, que conta a história do jovem Lecter nos levando a entender o que o levou à tal insanidade mental. Também "Hannibal", um ótimo filme que mostra a fuga espetacular do psicopata do hospício o levando o público para seu mundo.

TRAILER



Essa foi a primeira versão da matéria, peço desculpas por alguns erros que passaram despercebidos e agradeço à todos que acompanharam a matéria até aqui, estou carregando o vídeo dessa matéria no canal Mortalha Produções, caso queira assistir, deixarei o vídeo logo abaixo desta matéria.

7 FILMES CLÁSSICOS DE HORROR PARA VER NO NETFLIX


Nenhum comentário:

Postar um comentário