terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Boneco do Mal





“Boneco do Mal” é o quinto longa de William Brent Bell, diretor que se especializou em terror e do qual conhecemos os medianos “Stay Alive - Jogo Mortal” (2006) e “Filha do Mal” (2012), já exibidos comercialmente no Brasil.  

A ideia é boa: colocar um boneco que é tratado como se fosse o próprio filho, em substituição ao filho real, desaparecido em um evento mal explicado. O boneco, chamado Brahms (como o filho), é assustador, o que garante a tensão necessária ao horror.

A trama vai bem até certo ponto. Greta (Lauren Cohan, da série The Walking Dead) é uma jovem americana que, visando superar um romance traumático, vai à Inglaterra para trabalhar como babá numa grande casa isolada, sem saber que terá de cuidar desse boneco mimado e assustador que intitula o filme.



Os pais do boneco (soa estranho, mas é como são apresentados) vão viajar, deixando Greta sozinha com esse menino feito em fábrica. Ela recebe uma lista com regras bem específicas e a orientação de que seria melhor respeitá-las. Claro que ela não vai dar a mínima para essas regras. Na cabeça dela (e do espectador), os velhos pais ficaram tão traumatizados com o sumiço do filho que precisam se iludir com um substituto inusitado.






A partir desse ponto, em meio a dúvidas e acontecimentos misteriosos, começam os problemas. 

O boneco, contrariado, muda de lugar sozinho, e peças de roupa somem inexplicavelmente. Aos poucos, ela vê que o boneco tem vida própria. Malcolm (Rupert Evans), um vendedor da região que logo se interessa por Greta, aparece de vez em quando para ver se está tudo bem. Acaba se envolvendo também com esse boneco misterioso.

Como é praxe no cinema de gênero contemporâneo, tudo deve ser explicado, e junto das explicações chegam as obrigatórias e conhecidas cenas de ação.

Com isso, “Boneco do Mal” perde a aura misteriosa e vira mais um filme de correria e perseguição. A direção, anteriormente correta, torna-se frouxa, fazendo com que não seja possível entender direito o que está acontecendo.

Com isso, “Boneco do Mal” perde a aura misteriosa e ganha uma aura mais violenta, se transformando em um filme com muita correria e perseguições.




O filme possui pouco mais de uma hora e meia de duração, e foi lançado na última quinta feira (18), levando curiosos e fãs do horror aos cinemas para assistirem à estréia.

Você pode conferir o trailer legendado do filme lobo abaixo.





O filme parece ser bastante interessante por conta de todo o mistério que envolve o bizarro boneco, ainda não assisti, porém assim que o fizer volto aqui para escrever uma pequena análise sobre o mesmo.

O certo é que o filme pode garantir uma boa sessão à noite, com direito a companhias, uma cerveja gelada junto de um bom tira gosto, sem esquecer, é claro, de apagar todas as luzes ao apertar o play.

Nenhum comentário:

Postar um comentário