quinta-feira, 22 de outubro de 2015

A Cannabis Sativa e sua canalização

As vezes é possível viajar sem sair do lugar e sem pagar passagem, costumo fazer isso utilizando dois elementos da natureza, o nosso sagrado fogo, e é claro, uma erva natural conhecida como Cannabis Sativa. Tudo começa normalmente, e todos os efeitos acontecem naturalmente, você leva um certo tempo para perceber que uma forte energia toma conta do ambiente, tudo parece ficar mais leve e fazer mais sentido, um relaxamento toma conta do seu corpo de súbito e tudo parece se conectar de uma forma que aos olhos (não avermelhados) de uma pessoa cética seria impossível.

Os pensamentos ganham vida, não chegam ao ponto de criarem pernas e saírem andando, porém se assemelham com o que chamamos de sonhos, é um pequeno despertar da consciência, não exatamente uma fuga da realidade, mas uma porta que dá acesso a outras dimensões, o físico entra em comunhão com o espiritual, e a neblina que ali havia antes desaparece.


Durante todos os momentos você está consciente de tudo e todos, mas em um nível mais elevado, onde há novas percepções e é possível voar alto apenas observando o céu que se mostra um universo infinito de possibilidades.

Como tudo precisa de um controle, antes de tudo é necessário afastar os pensamentos negativos para certos pesadelos ou receios não lhe atormentarem em uma forma conhecida como "bad trip", a Cannabis apenas abre portas para novas realidades que você não conhecia, realidades que sempre estiveram presentes, mas nunca visíveis.


Você surfa sobre sentimentos e as vezes esbarra em pensamentos perdidos, memórias empoeiradas pelo esquecimento, o equilíbrio é sempre necessário, mas não é um problema cair quando se pode levantar, é quando se pode evitar. Um dos fatos que me intriga é o de o tempo que somos acostumados não existir como é de praxe, identificamos a hora e data por meio de ponteiros de relógios e marcações de calendários. Baseando-se pelo astro rei, quando ele nasce é considerado dia, e quando se põe dando espaço para a formosa lua brilhar, já é noite, essas são as únicas noções reais de tempo existencial..


Os psicodélicos existem a mais tempo que os seres humanos, o que em teoria explica muitos acontecimentos ao longo da história. Ao descobrirem o fogo, os primeiros seres terráqueos que embarcaram na viagem da Cannnabis Sativa deixaram um pequeno legado, provando que é possível encontrar-se facilmente e ficar frente a frente não apenas com seus sonhos e pesadelos, mas também consigo mesmo, e não apenas nessa dimensão.


Autor: David Alves Mendes