segunda-feira, 18 de maio de 2015

Don’t Hug Me, I’m Scared (Não me abrace, estou com medo)

Você já ouviu falar daquele vídeo que está no Youtube chamado “Don’t Hug Me, I’m Scared” (Não Me Abrace, Estou com Medo)? Bem, há muito mais nele do que os bonecos bobo-alegres cantando e dançando. Não, não estou falando de quando o vídeo se transforma num pesadelo perto do final. (Se você já assistiu deve saber do que estou falando). Antes que você sente e diga “Ótimo, outra história de vídeo amaldiçoado”, eu lhe digo que isso não é o que você está pensando. 

Antes que você leia mais, sugiro que assista o vídeo se ainda não o fez. 




A música gruda na cabeça, né? Enfim, o ambiente leve do vídeo esconde uma história sinistra. Mostra que em apenas alguns segundos as coisas podem dar muito errado. Descreve como nós, seres humanos, somos encorajados a sermos nós mesmos e fazermos o que quisermos, mas apenas algumas coisas são aceitas. Eles não dizem exatamente “seja você mesmo”, mas sim “seja quem eu quero que você seja”. O propósito desse vídeo é fazer você pensar e perceber em que tipo de mundo vivemos.

Vamos por partes?

Quando a caderneta pergunta se os outros bonecos veem as nuvens no céu, eles dizem que não. Então ela diz para olharem mais uma vez e coloca um monóculo no próprio olho. Aí os bonecos veem o que ela quer que eles vejam como o chapéu, o gato, entre outros. Mas quando o boneco amarelo tenta ser criativo, e desenha um palhaço, a caderneta diz “Não, o palhaço não é aceitável”. Depois disso, quando ela sugere usar folhas e gravetos para escrever o nome de suas cores favoritas, preste atenção na roda de cores. Você verá apenas as cores azul, amarelo, vermelho, marrom e bege. Quando um boneco escolhe verde, a caderneta diz que aquela não é uma cor criativa porque não está na roda de cores. Verde não é aceitável e, logo, não pode ser sua cor favorita.

Agora as coisas começam a ficar estranhas.

A música acelera e começa a ficar meio distorcida. Vemos a mão dos bonecos rapidamente fazendo várias coisas. Quando a tela gira ao redor da mesa, é possível ver a cadeira de um diretor, a câmera e um microfone. Isso sugere que é uma cena feita em Hollywood. Hollywood é de onde essas idéias gerais de como agimos como pessoas vem. É de onde surge toda a corrupção da sociedade atual. Depois disso, os bonecos começam a pirar. Colocam glitter num coração humano, comem bolo de cérebro, entre outras coisas mais. As coisas ficam malucas.

Em seguida tudo volta ao normal, e a caderneta diz “Vamos todos concordar em nunca mais sermos criativos de novo”.

Esse vídeo basicamente mostra que aprendemos desde muito pequenos (Detalhe para o tema de programa infantil tocando e a música) a sermos individuais, sermos únicos, mas o que eles realmente querem é que sejamos todos iguais. A sociedade não está aberta à pessoas únicas, mas se faz parecer que sim. Esse vídeo fez você pensar no mundo em que vivemos? Pois deveria. Esse vídeo é a realidade da sociedade atual. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário