quinta-feira, 14 de maio de 2015

5 parasitas letais que podem estar dentro de você nesse instante
















Todas as doenças infecciosas e as infestações dos animais e das plantas são causadas por seres considerados parasitas. O efeito de um parasita no hospedeiro pode ser mínimo, sem lhe afetar as funções vitais, como é o caso dos piolhos, até poder causar a sua morte, como é o caso de muitos vírus, bactérias patogênicas e dos parasitas citados nessa lista. Conheça e saiba dos perigos que estão próximos, ou melhor, talvez dentro de nós.


Halicephalobus gingivalis

















É um nematoide que ataca principalmente cavalos mas pode atacar seres humanos com sistema imunológico enfraquecido. Quando ataca seres humanos ele causa um processo inflamatório que envolve o cérebro e meninges. O parasita pode causar uma lesão cerebral grave e fazer com que o cérebro seja esmagado contra o crânio, por falta de espaço, o que pode conduzir à morte.  Ele pode contaminar o hospedeiro através de alimentos ou feridas na pele.


Taenia solium

















A famosa tênia ou solitária pode ser mortal. Esse verme pode causar a teníase e  a cisticercose humana que é uma doença gravíssima, pois os cisticercos se localizam no sistema nervoso central (neurocisticercose), nos olhos, músculos e nas vísceras sem você perceber. Nestes locais, podem permanecer até 30 anos causando crises convulsivas, cefaleias, vômitos, alterações de visão, hidrocefalia e até mesmo a morte.


Os ovos das tênias são muito resistentes à inativação através de substâncias químicas, mas podem ser destruídos pela cocção ou fervura acima de 90°C. Desta forma, os cuidados higiênicos são importantes para se evitar a transmissão desta doença. A Teníase ocorre quando o homem se infecta ingerido as larvas ao consumir carne crua ou mal-cozida (vermelha, mesmo que não tenha sangue) de suíno, bovino ou peixe da água doce. A larva evolui para a forma adulta no intestino do homem.


Naegleria fowleri

















É a famosa ameba comedora de cérebros. É uma ameba de vida livre que pode ser encontrada na água ou solo, sendo a única espécie de Naegleria que pode infectar seres humanos, resultando na patologia conhecida como Meningoencefalite Amebiana Primária, conhecida pela sigla MAP. Ela pode invadir e atacar o sistema nervoso humano. Embora isso raramente ocorra, tal infecção quase sempre resulta na morte da vítima. A letalidade é estimada em mais de 99%.


Cryptostrongylus pulmoni

















Esse verme é conhecido por “verme do pulmão”. Ele é semelhante a uma lombriga só que em escala microscópica. Ele circula na corrente sanguínea e pode causar sérios danos no pulmão e no cérebro. É muito difícil de ser diagnosticado e as infecções relacionadas ao verme podem estar ligadas ao surgimento da síndrome de fadiga crônica.



Spirometra erinaceieuropaei

















É um tipo raro de tênia que infecta os animais domésticos e os seres humanos. Na infecção por seres humanos é chamado de sparganosis. O verme tem um ciclo de vida interessante. O verme adulto pode viver no intestino delgado de gatos e cães onde pode crescer mais de 1,5 metros. Ovos do verme são eliminados no ambiente através das fezes do hospedeiro. O parasita pode inclusive entrar na corrente sanguínea e se instalar no cérebro como foi o caso de um britânico em 2014.

Fonte: Fatos Desconhecidos

É impressionante o quão letal algo tão microscópico pode ser. E de pensar que um desses seres pode estar vivendo e crescendo as nossas as custas, e pior, dentro de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário