quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O Livro de Mozilla

Isso é bem antigo, porém resolvi publicar pois sempre achei interessante.

Não sei se vocês já viram ou ouviram falar, mas nos navegadores Mozilla Firefox, Netscape e Seamonkey, caso você digite na barra de endereços "about:mozilla" a tela fica vermelha e com um pequeno texto como se fosse uma passagem da bíblia, mas na verdade é uma passagem do "Livro de Mozilla"

Ao digitar em meu firefox surgiu o seguinte texto.


O Livro de Mozilla, trechos, about:mozilla, blog mortalha

"Os gêmeos de Mamon brigaram. Seus conflitos mergulharam o mundo em uma nova escuridão. As trevas causavam repulsa à criatura. Ela então começou a mover-se mais rápido e cresceu mais forte, saiu e disseminou-se. E as criaturas trouxeram fogo e luz à escuridão."

O Livro de Mozilla se trata de um easter egg (algo como uma pegadinha), mas será que é apenas isso ou teria algo a mais? Será que realmente existe um suposto "Livro de Mozilla"?

Ainda há outros trechos do tal "Livro de Mozilla":


O Livro de Mozilla, trechos, about:mozilla, blog mortalha
O Livro de Mozilla, 12:10

O Livro de Mozilla, trechos, about:mozilla, blog mortalha
O Livro de Mozilla, 3:31

O Livro de Mozilla, trechos, about:mozilla, blog mortalha
O Livro de Mozilla, 8:20

O Livro de Mozilla, trechos, about:mozilla, blog mortalha
O Livro de Mozilla, 7:15

Acredito que tais mensagens não passem de meros enigmas envolvendo a rivalidade entre os navegadores, é tanto que muitas vezes em tais trechos vemos falar de fogo, e como muitos sabem, "firefox" significa "raposa de fogo"

Já Mammon se refere ao navegador Internet Explorer que em épocas atrás, era o principal rival do firefox que se manteve "adormecido" por certo tempo, enquanto a criatura (o firefox) renascia ganhando diversos apoiadores.


Já o novo mundo se refere ao mundo moderno, baseado na modernização do navegador.

Tem um trecho que começa falando que Mammon acordou, nesse caso eles se referem ao lançamento do Internet Explorer 7 e ao citarem "era nada além de um seguidor", descrevem o Internet Explorer como um mero seguidor, que copiou várias das funções do Firefox que o Explorer não tinha. 

Sem falar que a citação 10° Edição possivelmente se refere ao 10° aniversário da Fundação Mozilla.

Pra muitos pode parecer algo satânico, alguma mensagem subliminar ou algo do tipo (não posso descartar tais hipóteses), porém se analisado corretamente, podemos perceber que tudo não passa de mero marketing.

Caso você possua alguma teoria em torno disso, fique a vontade para se expressar nos comentários.