quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Músicas da Xuxa ao contrário

Xuxa, satanista, músicas ao contrário, pacto

Não é de hoje que rolam por aí boatos de que a Xuxa é satanista, fez um pacto com o diabo, enfim, tem ligações com o capeta. Agora não se sabe ao certo a veracidade dos fatos.

Muitos dizem que suas músicas contem mensagens subliminares que são possíveis serem ouvidas caso seus discos sejam rodados de trás para frente. Navegando a toa pela internet, encontro um vídeo onde um sujeito faz exatamente isso, e resultado não é lá muito satisfatório dependendo do seu ponto de vista. Confira.


video

No vídeo as mensagens subliminares são bem claras e bastante macabras, seria proposital ou mera coincidência? 

É possível encontrar na internet diversos vídeos que demonstram essas mensagens ocultas, e também um vídeo onde a própria Xuxa desmente todos esses boatos que criaram em torno dela.

Eu simplesmente me mantenho neutro em relação a isso, seja ou não ela satanista, não tenho direito de julgá-la, ela pode ter sido no passado e hoje em dia se arrepende, pode ter sido até hoje ou nunca ter sido, cada um tem sua vida e consciência de seus atos, por isso não dou opinião em torno disso.

Afinal, ela é a rainha dos baixinhos.

Xuxa, Xuxa nua, amor estranho amor, satanista, músicas ao contrário, pacto

3 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKK
    OMG!Essa foi boa!
    Ainda bem que ela teve uma filha,não um filho.Vai que né...QUE RIDICULO HEIN XUXA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ridículo é esse comentário, ignorantes de merda isso não é pornografia e o menino na foto o Marcelo era menor de idade mas seus pais principalmente a mãe autorizaram e acompanharam toda a produção do filme, brasileiro tem essa péssima atitude de criticar e defecar pelo teclado quando vê alguma coisa polêmica, pra época não foi polêmico, geração de bosta

      Excluir
    2. A liberdade de expressão vai além de qualquer limite, afinal, quem tem limites? Principalmente na arte de viver. O filme causou determinada "polêmica", porém naquela época tais produções eram no mínimo comuns, e deveriam continuar sendo, afinal, temos censura ou opressão?!

      Excluir