quinta-feira, 19 de junho de 2014

Patrick Horla


Patrick Horla Landemberguer é um rapper e compositor brasileiro de horrorcore, um gênero pouco conhecido de rap.

Horla é conhecido principalmente por usar uma máscara e não mostrar o rosto, dando um tom de mistério. O mesmo lançou seu primeiro disco em 2010, a mixtape A Seita de maneira independente, o álbum possui seis faixas, são elas:




Vai Fuder
O Bandido da Lupa Vermelha
Postulado Horla
A Seita
Patrick Doentio


As letras de Horla possuem seu lírico muito pesado, associados à violência, estupros e assassinatos, criticado por muitos, porém gosto bastante do estilo do mesmo, bastante controverso, e como muitos sabem, todo tipo de controvérsia me atrai. 

O rapper foi acusado de influenciar um caso bastante repercutido na mídia, onde dois jovens de 14 anos (um deles filho do dono da RBS TV) estupraram duas garotas da mesma idade, sendo que a polícia considera Horla como principal 'incentivador' do crime, algo que considero absurdo, pois em minha opinião cada pessoa faz o que bem entende, e não precisa ser influenciado para nada, se eles estupraram a garota, tinham sã consciência do que estavam fazendo, e não é porque ouviam determinado cantor que ele os influenciaram a fazer tal ato, pensando de tal maneira, ouço diversas bandas que fazem apologia a violência, assassinato, estupro, roubo e nem por esse motivo eu saio por aí espancando, assassinando, estuprando e roubando as pessoas. Acredito que determinadas pessoas precisam abrir a mente e ver o quanto certas afirmações são absurdas.


Gostei bastante do som desse cara, tanto da melodia quanto das letras, lembrando que ele ainda tem como inspiração o mestre do terror Stephen King, Horla possui minha total aprovação, deixarei aqui uma das minhas músicas favoritas do mesmo (todas são boas), fiquem a vontade para pesquisarem mais.